center
center

.

.

CASA DE RETIRO E ENCONTROS

CASA DE RETIRO E ENCONTROS
CONTATO: RUA SÃO VICENTE DE PAULO,300,ANTONIO BEZERRA - FORTALEZA/CE - TEL:(85)3235-6153

sábado, 6 de agosto de 2011

Festa da Transfiguração do Senhor

Do Sermão no dia da Transfiguração do Senhor, de Anastásio Sinaíta, bispo
(Nn.6-10: Mélanges d’archéologie ET d’histoire 67[1955],241-244) (Séc.VII)

É bom nós estarmos aqui
Jesus manifestou a seus discípulos este mistério no monte Tabor. Havia andado com eles, falando-lhes a respeito de seu reino e da segunda vinda na glória. Mas talvez não estivessem muito seguros daquilo que lhes anunciara sobre o reino. Para que tivessem firme convicção no
íntimo do coração e, mediante as realidades presentes, cressem nas futuras, deu-lhes ve maravilhosamente a divina manifestação do monte Tabor, imagem prefigurada do reino dos céus. Foi como se dissesse: Para que a demora não faça nascer em vós a incredulidade, logo, agora mesmo, eu vos digo, alguns dos que aqui estão não provarão a morte antes de verem o Filho do homem vindo na glória de seu Pai (cf. Mt 16,28).
Mostrando o Evangelista ser um só o poder de Cristo com sua vontade, acrescentou: E seis dias depois, tomou Jesus consigo Pedro, Tiago e João e levou-os a um monte alto e afastado. E transfigurou-se diante deles; seu rosto brilhou como o sol, as vestes se fizeram alvas como a neve. E eis que apareceram Moisés e Elias a falar com ele (cf. Mt 17,1-3).
São estas as maravilhas da presente solenidade, é este o mistério de salvação para nós que agora se cumpriu no monte: ao mesmo tempo, congregam-nos agora a morte e a festa de Cristo. Para penetrarmos junto àqueles escolhidos dentre os discípulos, inspirados por Deus, na profundeza destes inefáveis e sagrados mistérios, escutemos a voz divina que do alto, do cume da montanha, nos chama instantemente.
Para lá, cumpre nos apresarmos, ouso dizer, como Jesus, que agora nos céus é nosso chefe e
precursor, com quem refulgiremos aos olhos espirituais – renovadas de certo modo as feições
de nossa alma – conformados à sua imagem; e à semelhança dele, incessantemente transfigurados, feitos consortes da natureza divina e prontos para as alturas.
Para lá corramos cheios de ardor e de alegria; entremos na nuvem misteriosa, semelhantes a
Moisés e Elias ou Tiago e João. Sê tu também como Pedro, arrebatado pela divina visão e
aparição, transfigurado por esta linda Transfiguração, erguido do mundo, separado da terra.
Deixa a carne,abandona a criatura e converte-te para o Criador a quem Pedro, fora de si, diz:
Senhor, é bom para nós estarmos aqui (Mt 17,4).
Sim, Pedro, verdadeiramente é bom para nós estarmos aqui com Jesus e aqui permanecermos pelos séculos. Que pode haver de mais delicioso,de mais profundo, de melhor do que estar com Deus, conformar-se a ele, encontrar-se na luz? De fato, cada um de nós, tendo Deus em si, transfigurado em sua imagem divina, exclame jubiloso: É bom para nós estarmos aqui, onde tudo é luminoso, onde está o gáudio, a felicidade e a alegria. Onde no coração tudo é tranqüilo, sereno e suave. Onde se vê a Cristo, Deus. Onde ele junto com o Pai tem sua morada e ao entrar, diz: Hoje chegou a salvação para esta casa (Lc 19,9). Onde com Cristo estão os tesouros e se acumulam os bens eternos. Onde as primícias e figuras dos séculos futuros se desenham como em espelho.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Dia do Padre.

Em todas as profissões e postos de comando, existem no correr da história figuras notáveis ou pelo talento ou pela ação ou, até mesmo pelo escondimento. Exemplos notáveis não faltam na Igreja de quem se notabilizaram ou felizmente pela inteligência, pela ação evangelizadora ou, até mesmo pela simplicidade e humildade de suas vidas.
Ao celebrar a festa litúrgica de São João Maria Vianney, pároco exemplar na história, não muito distante no tempo, da Igreja, somos – os padres – convidados a contemplar a vida operosa, dedicada e sublimada deste nobre e conhecido clérigo da Igreja da França.
É ele constituído pelo Papa, como modelo luminoso de quem, fiel a sua sublime vocação tornou-se em todos os assuntos a figura modelar de um verdadeiro pároco, que na paróquia assume como que o posto de pai exemplar de todas as famílias.
Não é difícil na vida atual da Igreja encontrar sacerdotes silenciosos, humildes e dedicados que no seu zelo pastoral são luzes bem claras da ação do sacerdote. Homens de oração, portanto de união íntima com Deus, de dedicação sacrificada ao bem dos irmãos, do desprendimento das coisas materiais, sabem viver integralmente em união mística como o fundador da Igreja: Jesus Cristo. Não fica difícil lembrar a figura do Cura D’Ars como modelo e protótipo do verdadeiro ministro de Deus.
Como prova da aceitação do céu à vida exemplar deste humilde sacerdote francês, seu corpo não foi consumido pela terra e se encontra perfeitamente íntegro em seu oratório silencioso e glorioso no altar lateral da igreja paroquial de Ars, na França. Tem-se a impressão de o Santo ter deixado a terra minutos antes.
Tive a felicidade de celebrar a missa neste altar, com o cálice que era de seu uso diário no tempo de sua vida terrena. Além disso, sente-se um clima de sobrenatural beleza diante daquele humilde altar em que o corpo de São João Maria Vianney se vê intacto como se estivera vivo.
A festa do dia 4 de agosto em homenagem a São João Maria Vianney traz à mente de todos os sacerdotes do mundo o cuidadoso zelo pelas suas obrigações pastorais, pela sua dedicação ao povo de Deus e pela sua união mística com o Senhor do céu.
É este o santo que a Igreja apresenta como modelo para o padre diocesano: viver na oração, dedicar-se exclusivamente aos que dele precisam e respirar um clima sobrenatural do contínuo contato com Deus pela vida contemplativa.
São João Maria Vianney atrai, pela sua vida, os que na aspiração sobrenatural do sacerdócio guardam no coração o desejo sincero de viver na simplicidade os fulgores da vivencia amorosa com Deus. A festa de São João Maria Vianney é um humilde e eloquente convite a todos os párocos para gozarem no dia a dia do seu sacerdócio – que é eterno – as belezas místicas que emanam do exemplo luminoso da vida deste protetor que a Igreja nos apresenta como modelo exemplar da vida pastoral de nossas paróquias.

Dom Benedicto de Ulhoa Vieira

Arcebispo Emérito de Uberaba - MG

Fonte:CNBB


terça-feira, 2 de agosto de 2011

I Tarde Eucarística 2011

Não temas... Não vos preocupeis... Deus é vosso Pai”.
A paróquia Santa Isabel, estando sobre responsabilidade do Administrador Paroquial Pe. Adriano, CM, vem demonstrar seu zelo de pastor para com a Juventude dessa fervorosa paróquia situada na querida Arquidiocese de Maceió ao realizar o I encontro espiritual voltado ao Cristo consagrado por meio da santa Eucaristia. O encontro será realizado no dia 11 do mês de setembro, tendo como pregadores os Jovens do grupo Escravos por Amor e participação de ministérios de música de nossa querida Paróquia. O encerramento será com a santa missa presidida pelo nosso estimado administrador Paroquial.
Qual sentido do encontro? A idéia da realização desse encontro veio pelo grande sucesso do mês mariano onde a nossa paróquia realizou a I primeira tarde de espiritualidade Mariana, voltando ao sentido acolhedor da Mãe do Senhor Jesus. Nossos jovens refletiram de maneira catequética e espiritual, com a estimável ajuda dos seminaristas Jonathan, e Alex, um método de desenvolver um novo encontro espiritual voltado ao Filho que através do Pão se torna o corpo a qual comungamos diariamente na santa missa.
Veneração Mariana agora voltada ao serviço missionário da Juventude de nossa Paróquia através da adoração do Filho, “Ele esta no meio de nós” assim confirmamos a presença real de Jesus no nosso meio.           

 Seminarista Jonathan Igor


Aniversariantes de Agosto

Vida:
01/08 - Pe.Alexandre
14/08 - Pe.Jaime
24/08 - Pe.Gilvan
25/08 - Pe.Arno

Ordenação:
04/08 - Pe.Assis
04/08 - Pe.Sérgio