center
center

.

.

CASA DE RETIRO E ENCONTROS

CASA DE RETIRO E ENCONTROS
CONTATO: RUA SÃO VICENTE DE PAULO,300,ANTONIO BEZERRA - FORTALEZA/CE - TEL:(85)3235-6153

domingo, 27 de janeiro de 2013

Dom Vicente Joaquim Zico celebra seus 86 anos de vida.

São sete décadas a serviço da Igreja Católica no Brasil. Sua missão foi decidida em solo mineiro, mas foi em Belém do Pará que o Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Belém, Dom Vicente Joaquim Zico, entrou para a história da evangelização na Amazônia. Após completar 32 anos de sagração episcopal no último dia 6 de janeiro, em Belém, Dom Vicente Zico se prepara para comemorar seus 86 anos de vida ao lado da família, neste domingo (27), em Minas Gerais.
São 86 anos de vida, 32 deles dedicados à Arquidiocese de Belém. Com seu “jeitinho”mineiro, Dom Vicente cativou o rebanho paraense e realizou grandes feitos enquanto esteve à frente da Igreja Católica do Pará. Sobre a experiência, ele afirma: “sinto-me muito feliz porque fiz o que pude. Observei e vivi com alegria o que Dom Orani Tempesta fez em quatro anos e o que vejo, hoje, Dom Alberto Taveira realizar pela Arquidiocese. Sem dúvida conquistamos muitas coisas que são bênçãos de Deus”. 
A respeito da vivência em Belém, ele garante que um dos momentos mais marcantes da sua gestão foi ter participado pela primeira vez do Círio de Nazaré. “Não conhecia o Círio, imaginava uma coisa simples, e me deparei com um momento religioso extraordinário que me surpreendeu”, resume. 
Questionado sobre os desafios à frente da Arquidiocese de Belém, o Arcebispo Emérito revela que foram muitos. “No entanto o que sempre me preocupou foi a manutenção financeira de toda a Arquidiocese de Belém, mas que com a graça de Deus sempre caminhou bem. Considero também como desafio as formações sacerdotais e o tempo disponível para fazer o programa de visita a todas as paróquias da Arquidiocese, pois requerem tempo e dedicação”, recorda.
De Dom Vicente Zico de Luz passou a ser “Dom Zico” de Belém. O apelido carinhoso herdado no Pará o fez um dos religiosos mais queridos pelo povo paraense. O resultado de tanto carinho e afeto são as diversas atribuições com o seu nome, em praças, ruas, avenidas, livros e movimentos.
Uma das biografias mais conhecidas chama-se “FRAGMENTOS DA VIDA DE DOM VICENTE ZICO”, de autoria da escritora e amiga de longa data Mízar Klautau Bonna, que já está na segunda edição. A obra narra os principais momentos da vida do bispo. Segundo a autora, "a proposta era mostrar um pouco mais daquele que era o nosso Pastor". "Nesse último livro, cada capítulo completa-se com uma mini-entrevista. Para mim, Dom Vicente é um homem de fé, que pensa com o coração e que sempre diz: ‘Calma. Tudo vai se resolver’”, completou. O livro está disponível nas maiores livrarias de Belém.

Sobre as inúmeras manifestações de afeto que recebe em terras paraenses, Dom Vicente ressalta: “sinto-me muito sensibilizado e emocionado com tudo isso. Isso revela o motivo que me prendeu muito a Belém. A delicadeza, o carinho e o amor desse povo que amo e que, sinceramente, procuro corresponder com muito amor e simplicidade”, disse.
Hoje, como Arcebispo Emérito de Belém, Dom Vicente se define mais tranquilo e com menos preocupações. No entanto, se engana quem pensa que com menos atividades. Nos últimos anos, ele tem se dedicado especialmente a encontros espirituais. E adianta, que “até julho deste ano, seis retiros já estão programados”.
O próximo retiro acontece em São Paulo, o que ajudou Dom Vicente a ficar mais próximo de seus familiares que atualmente residem em Belo Horizonte. A proximidade da cidade com a realização do evento religioso ajudou Dom Vicente a decidir passar o aniversário deste ano junto aos seus familiares. Oportunidade que segundo ele, “é única”. Após a estadia que deverá se estender por sete dias retomará a caminha de fé nos estados de Goiânia e Brasília.