center
center

.

.

CASA DE RETIRO E ENCONTROS

CASA DE RETIRO E ENCONTROS
CONTATO: RUA SÃO VICENTE DE PAULO,300,ANTONIO BEZERRA - FORTALEZA/CE - TEL:(85)3235-6153

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

“Chamados para levar por toda parte ... o amor de Deus, ... este fogo divino”. ( São Vicente de Paulo).

Queridos Irmãos e Irmãs,
 Membros da Família Vicentina
      “Chamados para levar por toda parte ... o amor de Deus, ... este fogo divino”. ( São Vicente de Paulo).
        Com os olhos fixos em Jesus e os corações envolvidos das virtudes vicentinas: Humildade, Simplicidade, Caridade, Mansidão, Mortificação, Zelo, Compaixão, Doçura, Respeito, cordialidade, rendemos graças ao Senhor pela presença viva e atuante do carisma vicentino em todos os continentes da Terra.
        Cada vez que refletimos sobre o nosso carisma, somos chamados a um avivamento do espírito que nos une.
         Mas, o que é AVIVAR:
        Avivar significa reacender o “fogo”, oelám,o entusiasmo, o “primeiro fervor” da chama da caridade que inflama e incedeia o coração de quem abraçou o carisma de serviço e evangelização dos Pobres, a exemplo de São Vicente de Paulo.
        Avivar quer dizer está a disposição para mudar as estruturas pessoais, eclesiais, comunitárias. Mudar a realidade do passado para assumir na dinâmica vicentina e transformadora, o contexto que nos envolve.
        Avivar compreende alimentar em nós, com coragem, audácia e esperança profética o sonhor de um mundo novo.
        Avivar é, portanto, voltar às fontes, às origens.
O que é o sonho?
        O sonho está ligado a uma utopia, uma esperança de realização dos anseios. O sonho é comparado ao fogo que consome e impele. O sonho é a estrela “polar” que deve guiar cada decisão que a pessoa ou grupo toma a cada passo da caminhada.
        São Vicente viveu numa época de guerras intermináveis, provocadas por razões religiosas e políticas, época de uma pobreza que desafia toda imaginação. Mesmo assim, São Vicente se atreveu a sonhar.
        Com o apóio da Divina Provid~encia e os dons inerentes à sua pessoa, o sonho de São Vicente pouco a pouco,foi tomando forma e corpo.
        O sonho de São Vicente iluminou novos caminhos que contribuíram, significativamente, para renovar a Igreja e a sociedade. Do século XVII na França e para além dela.
        O sonho de São Vicente foi compartilhado por inúmeras pessoas até os dias de hoje e será, sem dúvida alguma, pelos séculos seguintes...
        A chama do fogo do carisma de nosso querido São Vicente transformou as vidas de muitas pessoas. Podemops citar alguns nomes que são testemunhas fiéis do amor encarnado, crucificado e ressuscitado vivido por nosso Pai espíritual. São eles: PADRE PORTAIL, MARGARIDA NASEAU, SANTA LUÍSA DE MARILLAC, PADRE ETIÈNNE, SANTA CATARINA LABOURÉ, BEM AVENTURADA ROSALIE RENDU, BEM AVENTURADO ANTÔNIO FREDERICO OZANAM, JEAN, LÉON LE PRÈVOST, PADRE VENÂNCIO, IRMÃ CLEMÊNCIA OLIVEIRA, BEM AVENTURADA LINDALVA JUSTO DE OLIVEIRA,  e tantos outros que ao longo dos temposs continuam testemunhando com esperança profética nas diversas realidades eclesiais.
        Para testemunhar o amor a Deus e ao próximo, precisamos de uma mudança de comportamento. MUDAR PARA TRANSFORMAR eis a linguagem vicentina da atualidade.
        Mudar para Transformar significa:
Ø  Passa pelo processo de conversão: mente e  coração.
Ø  Implicações claras no ser e agir.
Ø  Manter uma releitura da vida à luz da experiência pascal.
Ø  Assumir com alegria e esperança os valores do Reino.
 Como Familia Vicentina somos convidados para uma séria reflexão a respeito do SERVIÇO que realizamos em favor dos Pobres.
PISTAS PARA REFLEXÃO:
ü  Em que sentido e com que força Jesus e São Vicente nos falam de modo eficaz, mostrando-nos testemunhas de uma missão transformadora ?
ü  Que frutos colhemos durante o ANO JUBILAR?
ü  Quais sonhos alimentamos, defendemos em nossa práxis vicentina ?
       Sob a constante proteção da Santíssima Vírgem, Nossa Senhora das Graças, São Vicente, Santa Luísa e de todos os Santos e Santas da Família Vicentina, desejamos para todos um renovado fervor na nossa vocação vicentina.

                                 “Bendito seja Deus” ( São Vicente)
Um abraço vicentino,

Padre Carlos César Gonçalves de Oliveira, CM

Nenhum comentário: