center
center

.

.

CASA DE RETIRO E ENCONTROS

CASA DE RETIRO E ENCONTROS
CONTATO: RUA SÃO VICENTE DE PAULO,300,ANTONIO BEZERRA - FORTALEZA/CE - TEL:(85)3235-6153

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A Liberdade

Caríssimos amigos e amigas,
“É para a liberdade que Cristo nos libertou”. (Gal. 5, 1)
A vocação à liberdade é algo constitutivo do ser de cada pessoa. Mas, em que consiste a vocação para a liberdade? Em que consiste a vocação. A vocação é entendida como:
Ø  Um DOM;
Ø  Uma resposta a um chamado feito;
Ø  Uma aliança de amor;
Ø  Uma entrega total;
Ø  Um mistério de encontro e liberdade com aquele que chamou presente na pessoa do próximo;
Ø  Uma missão que é dada como um SERVIÇO;
Ø   Uma graça toda especial cujo autor é Deus.
Foi  Deus Pai criador quem nos chamou desde toda a eternidade à vida. Com a vida procuramos responder ao apelos de Deus. Ele nos deu a liberdade fundamental e teológica que se manifesta como DOM e RESPOSTA.  
Como “dom e resposta” a liberdade que é a vocação da pessoa possibilita a fazer opção. Quem “se deixa transformar pelo Espírito”, opta pelo caminho da vida, ao contrário, é conduzido por caminhos opostos ao Projeto de Jesus Cristo. A escolha deve ter sempre como pressuposto a liberdade que supõe responsabilidade.

Em que consiste a verdadeira liberdade?
Liberdade é:
Ø  Agir com responsabilidade;
Ø  Ser perdoado do passado cultivando uma vida reconciliada;
Ø  Ser livre do sentido de culpa;
Ø  Ter o poder para escolher e fazer coisas certas;
Ø  Ter domínio de si;
Ø  Ter a capacidade de perdoar e amar os outros;
Ø  Não ser escravizado por nada;
Ø  Ter o direito de criar e se expressar;
Ø  Ter a paz de Deus.
Na Carta aos Gálatas, 5, 1-11, São Paulo Apóstolo fala que a vida cristã é o caminho para a liberdade. O fundamento da liberdade na concepção do apóstolo dos gentios está na vida no Espírito. Portanto, viver segundo o Espírito é viver na Graça e no amor de Deus, ou seja, em “conformidade com a vontade do Senhor”(São Vicente). É o Espírito que vivifica e faz “nascer de novo”. O Espírito, perscruta e sonda todas as coisas, impulsionando a pessoa para viver com liberdade, audácia e coragem sua vocação.
O Amor que é o próprio Deus quer que sejamos livres para servir. Servir é a nossa vocação. Portanto, o serviço vicentino (corporal e espiritual), cuja especificidade é a promoção e dignidade dos Pobres se realiza na perspectiva da liberdade.
Vocação e liberdade são duas pilastras de nossa identidade humana. Por isso, ao falar em vocação está incluso o tema da liberdade. O mesmo se diz em relação a liberdade. Somos vocacionados para a liberdade cristã que transfigura nosso ser para buscarmos a santidade que se consegue na escuta e vivência amorosa da Palavra de Deus.

Pista para Reflexão: ( Lucas, 10, 25-37
A parábola do Bom samaritano é um exemplo muito claro de compreensão da liberdade como uma condição essencial para o serviço ao próximo. O bem que se faz ao próximo ultrapassa os limites das religiões. Porque a caridade tem o objetivo de transfigurar a vida de quem serve e de quem é servido.
Assegurando as orações  envio-lhes o meu abraço amigo, fraterno e vicentino,

                                                             Pe. Carlos César, CM
                                                Sacerdote da Congregação da Missão

Nenhum comentário: